top of page

Greve dos professores volta a mobilizar deputados em busca de solução


A continuidade da greve dos professores voltou a ser tema de discursos no plenário da Câmara Legislativa nesta terça-feira (09)
Foto: Jorge Monicci/Ascom

A continuidade da greve dos professores voltou a ser tema de discursos no plenário da Câmara Legislativa nesta terça-feira (09). Após reunião na tarde de ontem entre deputados distritais, e representantes da categoria, há expectativa de avanço nas negociações. “Conseguimos abrir o diálogo entre a categoria e o governo e o processo de negociação vai voltar a acontecer amanhã (10). É importante que essa negociação de amanhã tenha êxito para levar tranquilidade aos trabalhadores e à sociedade”, afirmou Chico Vigilante (PT).


Já o deputado Gabriel Magno (PT) criticou o GDF por levar a greve dos professores à Justiça e por se manifestar na mídia contra a paralisação dos educadores. “Lamento a decisão do GDF de judicializar a greve e radicalizar. Além disso, o governo tem dito à imprensa que o DF cumpre a lei do piso. Isso é mentira. Ora, a lei diz que o piso salarial é de R$ 4.420 mensais para formação de nível médio. O vencimento do magistério dos professores aqui é de R$ 3.382 reais, ou seja, R$1.100 reais abaixo do piso. O salário do magistério de nível superior no GDF está abaixo do salário do magistério de nível médio em nível nacional”, comparou.


O distrital também ressaltou que o Legislativo também tem instrumentos para pressionar o governo. “Se a gente perceber que o impasse da greve não vai ser resolvido pelo governador Ibaneis, nos colocamos à plena disposição da categoria para obstruir votações de projetos do Executivo nesta Casa”, afirmou Gabriel Magno.

O deputado Pastor Daniel de Castro (PP) reforçou o pedido de retomada de diálogo entre governo e educadores. “Esta Casa pode ser a ponte entre as demandas legítimas dos professores e o GDF. Apelo à sensibilidade do governador para que retome o diálogo com a categoria”, afirmou.


Categorias - Outras categorias também marcaram presença na sessão ordinária desta terça ao comparecerem à galeria do plenário para defenderem suas pautas. O deputado João Cardoso (Avante) foi à tribuna para defender a nomeação de aprovados em concursos. “Fiz emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias para a nomeação de aprovados no Detran e nas carreiras de PPGG e de auditores fiscais. Outra categoria que precisa de atenção é a dos servidores da Secretaria de Agricultura, que tiveram uma gratificação aprovada por esta Casa questionada na Justiça”, observou.


O deputado Iolando (MDB) também declarou apoio às demandas dos servidores da Secretaria de Agricultura. “Na condição de vice-líder do governo, me comprometo a fazer a interlocução com o governador Ibaneis para trazer soluções para melhorar a qualidade de vida dos servidores da Seagri. Brasília é uma grande produtora de frutas e hortaliças e sabemos da importância desses servidores para os produtores rurais do DF”, garantiu Iolando.


AUTOR: Eder Wen

DATA: 09/05/2023

VEÍCULO: Agência CLDF

Commentaires


bottom of page